• Alex Fraga

Poesia - "Chuvas de Verão", poeticamente com Gerson Camargo

CHUVAS DE VERÃO

*** Gerson Camargo



Chove chuva Chove sem parar, tanta chuva já caiu, que fez o ribeirão transbordar.


Tanta chuva cai no chão, tanta semente a brotar, tanto amor no coração, e muitos sonhos pra sonhar.


Tanta chuva pra cair, tanta terra pra plantar, tantas flores pra florir, se a semente germinar.

tanta vida pra viver, e o sentimento despertar, em cada novo amanhecer, uma nova vida começar.


Gotas de chuva no telhado, parece uma canção de ninar, eu esqueço do meu fado, no meu sono a embalar.


Chuva que cai nos campos, do planalto e dos pantanais, e as luzes de pirilampos, iluminando os nossos quintais..

*** escritor e poeta


45 views0 comments

© 2023 por O Artefato. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W